Adormeces





 


Adormeces...

No teu silêncio repouso meu amor,
No compasso do seu respirar, aconchego a minha vida.
Na doçura desta entrega profunda,
Esvai-se em mim o amor próprio,
E me faço escravo deste momento.

Adormeces...

Lá fora é noite de lua cheia.
Seus olhos , por fechados, não refletem o luar,
Tampouco o lume das estrelas.
Apenas a paz que rege o infinito
Vela o teu sono, e me faz companhia.

Adormeces...
.
.

Jrunder
© Todos os direitos reservados