NUVEM PASSAGEIRA

NUVEM PASSAGEIRA

O tempo diluído escorre nas mãos
A vida encantada é assaz fantasia
O espaço construído atrai invasão
A dor apaixonada é banal alegoria

O amor desiludido destrói o tesão
A felicidade esperada é vã filosofia
O medo intuído paralisa a emoção
A coragem desejada é pura euforia

O homem incluído só quer gratidão
A mente fechada vem da burguesia
O trabalho concluído é mera ilusão

A vontade imbuída é representação
O perdão da amada aparenta ironia
A morte na estrada trava cronologia

Marco Antônio Abreu Florentino

https://youtu.be/D6pI1rx8NIs

(Nuvem Passageira - Hermes Aquino)

Marco Antônio Abreu Florentino
© Todos os direitos reservados