O DOM DA PALAVRA

 

 
Havia uma dor tão imensa em meu ser, que remédio nenhum podia curar.
Como se não houvesse solução, lágrimas a derramar, 
Papel e caneta na mão, comecei a tracejar.
Descobri ali, que melhor que qualquer ouvido a me ouvir,  era me escrever…
Escrevi e chorei por horas a fio, notei diversas sensações entre afago e arrepio.
Descobri minha cura. Pela palavra. Pela sensação de tirar aquela angústia e dor que me consumia. 
Tempos depois descobri o dom da palavra, que me alimenta e nutre, me faz acreditar 
A vida é poesia e não só em tempos de tormenta, falo também daquilo que me alimenta.
Escrever supera as angústias e dor, lágrimas e prantos do rosto de um sonhador que perdeu a sua esperança e não tem mais o olhar de uma criança. 
Expressão
Sentimentos
Súplicas
Regeneração
Superação
Amor
Felicidade 
Na escrita tudo é válido, vívido, sentido.

 

Karine Adriene
© Todos os direitos reservados