Plantio.





 


É...o tempo chegou...
Como passou depressa!
Terra tombada e adubada...
E o que foi que vc plantou?

Plantou desconfianças,
Desavenças, diferenças,
Plantou tristeza e dor.
Sufocou tanto a semente,
Que não deixou germinar,
A flor perene do amor.

Se hoje em seu jardim, brotam mágoas,
Você mesmo quem as plantou.
Plantou mentiras, descasos...
Desprezo você plantou.

Pensando só em você,
Plantou até traição...
Envenenou o jardim,
Matou a flor da paixão...

Hoje colhe indiferença.
E nada se pode fazer.
O tempo de plantar, passou.
Agora, é tempo de colher...

.


Jrunder
© Todos os direitos reservados