IMAGEM EMBASSADA...

IMAGEM EMBASSADA...

Estou aqui, vegetando

Nesta UTI de doentes,

À esperar por minha hora,

Minha sublime hora

De embora me ir,

Voando por aí, até

Que eu chegue no céu,

Meu destino final de viagem...

 

E você me visita,

À pensar em mim hesita,

Vejo sua imagem

Toda embassada,

Pois já não enxergo bem,

Te peço, vém, vém,

Me abrace e me beije,

Partirei, sim, de repente...

 

Levarei comigo sua imagem

Mesmo que embassada

No meu pensamento

Pelo meu todo sempre,

E, se me vês, nitidamente,

Guardes a minha imagem

Contigo, tambem,

Pelo todo sempre seu...

Poesia feita durante o tempo em que fiquei doente e que me recuperei... ela era espécie de testamento que deixaria à quem me ama...

São Paulo, capital, década de 1990...