Site de Poesias

Menu

Folhas mortas


 
Simplesmente, folhas mortas...
Assim, os sentimentos depois dos desenganos da vida.
Folhas que uma a uma, não resistiram às intempéries,
E se deixaram desprender dos arvoredos dos sonhos e seguiram,
Levadas pelos ventos, despidas de laços, vazias de esperanças.


E os sentimentos precisam de alimento para sobreviverem.
Precisam encontrar eco, quando gritam por socorro entre os rochedos,
Precisam encontrar abrigo quando o vento frio soprar com força.
Precisam de uma mão amiga que os protejam, quando estiverem à beira dos abismos.


Sentimentos não são manipuláveis.
Sentimentos não são meros fantoches.
Sentimentos são a mais pura expressão do que vai gravado na alma.
Sentimentos, precisam de respeito...

Compartilhar
Jrunder
28/10/2020

  • 0 comentários
  • 37 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados