Site de Poesias

Menu

Paixão

Não zombes da paixão, que no peito dói!
Pois é chaga ardente que o coração destrói.
Somente quem sente é que pode saber,
Do poder destas chamas a nos corroer.

O desejo na pele brotando qual erva,
Que o fascínio anima e o sonhar  enseja,
Na força que tem esse querer profundo,
Que cria o delírio maior deste mundo.

Paixão é tornado avassalador,
É tormenta e tortura, amargura e dor,
Mal que não tem cura, sofrimento eterno!
Pecado no céu! Oração no inferno!

Compartilhar
Jrunder
24/09/2020

  • 0 comentários
  • 27 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados