Site de Poesias

Menu

Oferenda


Ofereço-te meu silêncio...
Minha voz emudecida, minha vontade adormecida.
Estou a te oferecer a minha contemplação irônica,
Meus olhos perdidos no vazio, minhas mãos flácidas.
Estou a te oferecer o meu desencanto, meu desalento,
Minha razão estremecida, meus sonhos desfeitos.

Ofereço-te meu coração...
Minhas artérias enrugadas, minha face ressecada,
Meus pés doídos, minhas lágrimas secas,
Minha aparência cansada, meus olhos semicerrados.
Minha memória falha, meus cabelos embranquecidos,
Meu corpo curvado, meu cansaço, minha tristeza.

Ofereço-te o que sou...
E o que a saudade ainda não consumiu.

Compartilhar
Jrunder
11/09/2020

  • 0 comentários
  • 20 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados