Site de Poesias

Menu

Luz que nem sempre vejo

[Ilustração não carregada]

 

Andava sem rumo...

Procurava por Ele...

E o encontrei numa fresta de luz!

Descobri, então,

Que Ele estava lá

Que Ele está aqui...

Tão próximo! 

Apenas coberto pelos galhos 

Do meu egoísmo.

Ele é luz!

Sou eu quem não O vejo

É você quem não O vê

Quando nos fazemos escuridão

No coração!

Compartilhar

Agradeço ao meu conterrâneo, Marcos da Rocha por, gentilmente ceder a fotografia que, por si só, já diz... Juiz de Fora, setembro de 2020

Mena Moreira
08/09/2020