Site de Poesias

Menu

Tudo o que você é!

Tudo o que você é.

Você é a dor

Que te atormenta,

Você é a fome

Que não passa,

Você é o medo

Tão presente

Você é o amor

Que flui de graça.

Você é o que enxerga

Você é tudo o que sente

Você é a escuridão

E a luz onipresente.

Você é o que odeia

Seus temores,

Seus horrores,

Sua morte e sua vida.

Você é a sua sorte,

Seu azar, sua ferida.

Fugir de tudo que é você 

Impossível conseguir;

Tudo quê  deixar de ser,

mesmo assim, será você.

   Porto Alegre, 27/01/20

    josé carlos de oliveira

Compartilhar
jose carlos de oliveira
07/09/2020