Site de Poesias

Menu

UM DIA O CABOCLO ESQUECE ......

Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]

Hoje a tristeza danada
Veio de novo me visita
Trazendo a do marvada
Que chega pra  me judia

Sento na soleira da porta
E pego a viola, para toca
O som a mim não conforta
Pois tu não vem me iscuita

E meu canto é so lamento
Que paro da viola o dedilhar
Pois o som é um tormento
Que faz meus oio chorar

E este velho caboclo, sofre
Pois tu nunca mais vai vorta
Sei que mesmo que demore
Um dia a sodade vou mata

Compartilhar
Ary Bueno [Príncipe dos poemas e do amor]
04/09/2020