Site de Poesias

Menu

Passarela





 


Todo dia, logo cedinho,
Debruço em meio à janela,
Para ver o meu amor,
Desfilar na passarela...

Passos longos, na cadência
Em que bate meu coração.
E eu aqui, na minha inocência,
Colecionando ilusões.

Sonho ganhar um sorriso,
Ou qualquer outro sinal,
Que ilumine a minha esperança...

Mas pela rua ela passa,
Sem ver que estou na janela...
Feliz, como uma criança!

Compartilhar
Jrunder
03/09/2020

  • 0 comentários
  • 31 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados