Site de Poesias

Menu

Um Pequeno Poema Para uma Jóia Rara

 

 

Lá onde o sol brilha ardente,

e solta o seu calor,

está você, Jóia Rara,

inconfundível e verdadeira,

difícil de explicar, cheia de amor

Lá onde a lua abre seu clarão,

está você Jóia Rara, sorriso lindo;

sem São Jorge e sem dragão.

Lá onde o vento faz a curva,

entre as estrelas e a imensidão,

está você, preciosa Jóia e Rara,

dentro do meu coração.

Compartilhar
Léo Nazare
03/09/2020

  • 0 comentários
  • 17 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados