Site de Poesias

Menu

Simplesmente amor

Na juventude eu fui sonhadora.

Hoje eu acho que sonhei mais do que deveria.

Li os melhores poetas do mundo e fui poeta,

Quantas poesias!!!

Mas o tempo passa e a verdade é outra.

Você descobre que seus sonhos dourados

Eram ilusões tolas.

Aí um dia você simplesmente percebe

Que a inspiração se foi,

E nunca mais escreve poesias.

Porque a vida é dura 

E tudo o que restou daquela alma encantadora

São os cacos.

Tanto tempo se passou.

Eu não sou mais a mesma

Porque a vida é dura.

Nao tenho mais palavras belas 

Para contar sobre o mundo

Porque todos os dias são difíceis.

Mas apesar de tudo

Ainda existe amor

E por ele me sacrifico todas as manhãs,

quando eu me levanto sem ter vontade.

Dou ordens para o meu corpo

Para que suporte toda essa pressão,

Que me massacra.

E ao longo do dia, longe de casa,

Luto contra todos os maus pensamentos,

Tento acalmar a alma. 

E no fim do dia, quando chego em casa,

Ainda tenho esperança de encontrar 

O amor no fundo dos seus olhos.

Tenho esperança de me alegrar,

Apesar de tudo, apesar dessa vida difícil

Que não me inspira como inspirava.

Nao quero mais saber do mundo

Que foi e continua sendo a minha decepção.

Só quero caminhar ao seu lado

Enquanto eu encontrar forças

Para levantar todos os dias.

Amor, simplesmente o amor 

É o que me acalma.

Amor, simplesmente o amor 

É  o que vale apena.

Amor, simplesmente amor

É o que dá fim as brigas...

Porque amor, simplesmente o amor

É o que nos silencia,

Porque o amor, simplesmente amor,

É algo além das palavras... (para meu marido Uemerson)

Compartilhar
Melina dos Anjos
30/08/2020

  • 0 comentários
  • 26 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados