Site de Poesias

Menu

Sonata de Amor

Há músicas de idealismos no ar

Pregando ilusões que são tais quais a fé...

Racionalismo, entretanto, maquinal e robótico

Pode soar como a melhor fórmula, mas não é.

 

Procura uma causa lógica na vida e haverá decepção.

Os sentimentos e emoções são importantes

Para um equilíbrio pleno na balança

Do que o ser humano carece em cada um de seus instantes.

 

Por detrás das cortinas de força e temeridade

Há músicas de idealismos no ar

Dedilhando o violino de romantismo

E trazendo amor à tona sem hesitar...

 

Mas este sentimento complexo, também causa danos...

Vem em um turbilhão, rasga com força o delicado véu

Que utilizamos para cobrir nossa fragilidade

E dissipa nossas defesas como os ventos às nuvens no céu.

 

Não resistimos aos encantos do amor,

Posto que é uma sonata ou réquiem em som

A homenagear a morte da frieza, a moldar a argila

Para formar estruturas sólidas, tal qual um dom.

 

Deixa a música da emoção invadir a alma, portanto...

Somos mais fortes ao amar, não é vergonha

Permitir-se ter o infinito em si em alquimias de dor e prazer

Proporcionadas a quem ao banquete do amor se disponha.

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
29/08/2020