Site de Poesias

Menu

A FORÇA DE UM GRANDE AMOR...

 
Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]
 
 
Lentamente, os meus dedos começam a tocar
E as teclas frias do teclado se transformam em letras,
Os meus olhos, hoje tão tristes, começam a marejar
E a dor, latejante, se espalha,como loucas borboletas
 
Quero falar de amor, não consigo,  me sinto tão só
Quero gritar, a voz esta rouca, a boca seca, estou mal
Não quero sofrer, mas sofro, meus sonhos, hoje são pó
Como queria esquecer este amor, tirar de mim, o seu  sinal
 
As noites são tão escuras, a cama vazia, a madrugada é fria
O dia, corre lento demais, o sol não aquece, o poeta enlouquece
A mente, me prega peças de mau gosto, pois você me aparece
Em desespero, chamo por ti, mas não te acho, a cama esta vazia
 
Abraço o nada, você se foi para sempre, nunca mais eu te verei
Não creio mais na felicidade, pois a tive e a perdi, para a morte
Mas aonde tu estiveres, saberás, o quanto sofro e como eu te amei
Não posso mudar o destino, mas te digo, hoje este amor, é bem mais forte
 
 
 
 
 

Compartilhar
Ary Bueno [Príncipe dos poemas e do amor]
27/08/2020

  • 0 comentários
  • 12 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados