Site de Poesias

Menu

Mulas Sem Cabeça

Brasil: Tragicomédia dos erros supremos

Onde tudo é carnaval e futebol e o resto não tem graça!

Nem sei se é sucinto rir de tanta desgraça,

Mas sei que de norte a sul existem tais extremos!

 

Já nem sei dizer o que de anormal, de errado temos!

Pandemia, corrupção, polêmicas... Tudo passa

Desapercebido, dentro da normalidade para a populaça

Como se fosse irreal e fantasioso tudo aquilo que vemos!

 

Vem sorrateiro o vírus a matar centenas de milhares. Vem gatuno

Como aquela visita inadequada, o parente inoportuno

O qual brota em nossas casas tal qual parasita...

 

E o povo burro e inerte, aconteça o que aconteça...!

Dia do Folclore e perambulam pelas ruas as mulas sem cabeça

Fingindo que tudo está progredindo, enquanto o resto do mundo grita!

 

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
22/08/2020