Site de Poesias

Menu

Vou partir.





Vou partir. Isso é certo.
Para onde? Bem, eu não sei...
Acho que vou, para “de onde” eu vim.
Algum lugar? Depois saberei.

Lugares são tão materiais,
Talvez vá para outra dimensão,
Aqui, os lugares são todos iguais...
Vou mas não levo o meu coração.

Deixo tudo o que hoje sou,
Deixo tudo o que nunca serei.
Deixo esperanças de ter sido bom,  
Deixo as culpas que não mais terei.

Deixo os bens e também as escritas,
Deixo os sonhos  que cultivei,
Deixo os livros que nunca li,
Deixo as coisas que tanto amei.

Levo comigo impressas na alma
Todas as lembranças do que um dia vivi,
Parto sereno.  Sigo em calma.
Levo da vida o que aprendi.

Compartilhar
Jrunder
27/07/2020

  • 0 comentários
  • 18 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados