Site de Poesias

Menu

Oração do espanto.


Meu Deus! Quantos poetas,

Neste mundo louco e ateu!

Quanta gente escrevendo,

Tanto e como escrevo eu...

Meu Deus! Quantos poemas,

Tão únicos e tão iguais!

Leio , leio e  viro a página, 

Mas deste lado tem mais!

Meu Deus! Como consigo,

Ter  o meu dia de glória?

Olha o tamanho da fila,

Para se entrar  na história...

Meu Deus! Nasci atrasado!

Não consigo imaginar...

Com tantos poetas famosos, 

Será que sobrou um lugar?

Meu Deus! Se não me ajudar, 

Não sei o que vou fazer...

Poesia é minha mania,

Não sei parar de escrever!

 

Compartilhar
Jrunder
19/07/2020

  • 0 comentários
  • 15 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados