Site de Poesias

Menu

Bailando comigo

 

Me recosto na velha cadeira.

Na vitrola uma música romântica

Na mão um tinto sangiovese

No rosto, olhos congelados

Distantes e apaixonados

Na boca um velho e leve sorriso

E nos pensamentos, você

Que baila comigo

De acordo com minhas vontades

Sem nenhum pudor

Com muito ardor.

 

Compartilhar
Geanderson Chagas
16/07/2020