Site de Poesias

Menu

Espírito livre

Nunca pensei que seria fácil
mas aqui estou,
desarmado de tudo,
só eu, apenas o que sou.

Pegue minhas mãos
e as coloque onde achar melhor.
Não vou te dizer onde ir,
não estou aqui para te prender.

Respeito sua natureza de aventuras,
o seu querer por simplesmente querer.
Estou perdidamente, por ato de minha vontade própria, apaixonado por você.

Sei. Tudo isso sem te conhecer.
Você já sabe onde estou.
Como e por quê?
Fui fechado pelo seu espírito livre.

E com a sua espontaneidade
foi preciso só uma vez para entender
que você também
amor.


Em tudo, é como se voasse,
livre como um pássaro,
usufrui sua liberdade.
Mas não aceita uma injustiça,
confesso: amo seu lado impávido.

Protege quem ama.
Se preciso
até
quem
não conhece.

Os anos passam,
te alcançam e sua força só cresce
junto com sua inteligência
deixando cada vez mais vívida
sua criatividade.

Sempre pronta a desvendar.
Respeita a família
e o lar na sua província.
Mas sabe:
o mundo também é sua casa.


Disse que estou apaixonado,
e tudo o que não sei
é ser claro.

"Não consigo mudar, é inato."
Piadas e referências à parte...
se de pé ou sentado,


você diz sempre sem medo o que pensa.
Sua coragem é intrínseca!
Não liga se quando mostra
o que está dentro da sua cabeça
pode ou não causar uma guerra.


Gosto do seu bom humor.
"Oh, meu bem, gosto de te ver sorrindo."
O tempo todo!

Hein, se preciso sei que vai perdoar.
Não! Não quero, não é, nem nunca foi
minha intenção te machucar.

Não pense que porque tem perdão
na sua bolsa isso te torna boba.
Tira um "B",
é e sempre foi uma pessoa boa.


Chega de conflitos e dores,
vamos seguir o Conselho de vovó?
"Levar a vida na flauta."
Somos cheios de amores.

Podemos viver como nômades!
Criamos raízes, sim!
Mas
as asas são de nossa natureza!


E quando o clima esquentar...
Vocabulários soltos não faltarão!
Já deixo claro minha intenção:
É te dar intensão,
jorra!

Tudo o que passa pelo coração,
tudo o que passa pela cabeça
hão de se libertar
daqui a pouco ou agora.

Não ligo para os detalhes imperfeitos
em seu corpo.
Mas detalhadamente
prestei atenção em cada uma
das 23 mil terminações nervosas
que vão te dá prazer.

Já disseram em uma canção
de pop/rock, acervo de mpb:

"Vamos nos permitir!"

Vamos mesmo!
De amarga e regrada
o trabalho e a vida bastam.

Vamos rir!
Vamos fazer de nossa única lei
a criatividade.

Já vou finalizar,
mas antes de te dar as boas vindas
à felicidades...


Prometo:
surpresas não faltarão.
Pode ser que nem todo dia seja novo,
mas estou preparando meu fôlego

porque quero
em você
mergulhar!

Não precisamos de lei
para homologar.

Parceira?!
Na jornada,
no destino
e na vida?

@alexandre.cezarfh
@prosasalexandrinas

Compartilhar

Curitiba

Alexandre Cezar Fh
08/07/2020