Site de Poesias

Menu

TUDO PASSA

TUDO PASSA

Nada é permanente, tudo passa
A tragédia dum desastre natural
Apreensão pela comida escassa
A mágoa da separação conjugal

Tudo é movimento, nada perdura
O agastamento da contrariedade
O medo de se alcançar a loucura
O fascínio inocente da eternidade

Nada fica parado, tudo é variação
O sentir doloroso da enfermidade
A longa dificuldade de adaptação
O construir altruísta da humildade

Tudo é dinâmico, nada estaciona
O poder intransigente do vil tirano
A visão do filho que se emociona
O triste evoluir do pensar humano

Marco Antônio Abreu Florentino

Poema otimista para reflexão em tempos de isolamento social.

https://youtu.be/eo9Z2n0Iz5Q
(I´ve Got a Feeeling - The Beatles)

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
06/07/2020

  • 0 comentários
  • 13 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados