Site de Poesias

Menu

Rubro coração

 

Sempre acreditei te conhecer

Sempre acreditei poder te controlar

Mas tu criastes tuas próprias asas 

E insistes em me abandonar

Tu és enganoso, caprichoso

Mas também confesso que és engenhoso

Não quero mais ser dependente de ti

Mas o que eu posso fazer?

Isso independe de mim

Oh, rubro coração

Te peço humildemente

Não me faça sofrer

 

Compartilhar
Geanderson Chagas
26/06/2020