Site de Poesias

Menu

Correr pra quê?

 

Corram!

Antes que o sol se ponha.

Antes que as rosas murcham.

Antes que o galo cante

em plena luz do dia.

Antes que acabe toda essa euforia.

 

Corram sem parar!

Até que não sintam mais as pernas.

Até que os pés comecem a calejar.

Até que se esgotem as energias.

Até que o pulmão se canse de trabalhar.

 

E não parem de correr!

Para que as desilusões

não os façam sofrer.

Até que seu próximo 

fique cada vez mais distante.

Mas ao final da corrida,

não reclamem do sentimento angustiante.

 

Corram!

Enquanto eu fico aqui parado.

Observando e aprendendo com esse rio

que não esmorece.

Até que eu volte a ficar calmo.

Com passos firmes e ritmados.

 

Compartilhar
Geanderson Chagas
17/06/2020