Site de Poesias

Menu

A ÚLTIMA QUE FIZ PARA VOCÊ

Enfim este dia chegou,

Não pensei que chegaria...

Do meu pesar você se libertou,

E meu coração recebeu calmaria!

 

Não o libero com sofrimento,

Porque assim foram os anos em que esteve ausente...

Hoje findo por ti meu sentimento,

Ao qual me dediquei, deixando de viver meu presente!

 

Esse tempo a mim foi cruel,

Compondo poemas que você (talvez) nunca irá ler...

Deixando as lágrimas caírem no papel,

Mesmo sabendo que aquilo era só para o meu ser!

 

Não te culpo pelo mau a mim designado,

Viver tudo isso foi preciso.

Hoje dou valor aos atuais dias, com tudo que foi ensinado

E curei a parte ferida, profunda, do seu inciso...

 

Desde "PENSO EM VOCÊ", 

Quando todo aquele amor em  mim transbordava 

Eu achei que não iria me esquecer.

Mas por sorte ou consciência 

Essa é a última que fiz para VOCÊ.

 

Juntando tudo de todos os anos,

Um Livro eu faria.

Mas prefiro de ti me despedir 

Com toda minha maestria.

 

Coração tranquilo,

Alma singela.

Feridas fechadas

E um tchau pela janela.

 

Te convido a se retirar dos meus sonhos

A deixar-me descansar...

Agradeço às marcas que me lembrarão

Para sempre aonde não devo voltar...

 

"Sinto muito

Me perdoe

Eu te amo

Sou grata"

 

 

Compartilhar

Quando um amor te fere ao nível máximo, e não há mais para onde correr... A solução mais sagaz é deixar ir e nunca se esquecer, que o presente da dor é o ensinamento, e a cura vem com o perdão. Todos sentimento íntimos e exclusivos de quem o sente. Deixar ir sem culpas, sem pesar, sem tristeza. E enfim ser livre. Completamente!

Karine Adriene
17/06/2020