Site de Poesias

Menu

Sabor de mel

Meu corpo quente

Pelo dom natural

Dos meus anseios

Gritando sutilmente

Um desejo mágico

De amor em flores

O infinito suspiro que me consome

Vem a entrega inevitável

E o rolar rio de risos

Pelos densos abraços escondidos

Que se consomem em  beijos

Donde tudo se faz

Donde tudo se pode

O incrível sabor do mel

Um eco explode sussurros em chamas

Num sopro de vida e amor!!!

Célia Guímaro

 

 

Compartilhar
Célia Guímaro
14/06/2020

  • 0 comentários
  • 11 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados