Site de Poesias

Menu

Fonte seca (part. 01)

Se dessa Fonte
jorra água,
dela beberei.


Se essas águas
são profundas,
nelas mergulharei.


Resplandecido;
iluminado,
dela sairei.

No profundo perdido
sem poder ser encontrado
em você eu me perdi.

Mergulhei fundo
sem ter olhado...
arrependi.

No fundo,
arrebentado
eu fiquei.


Se ficasse mais
um pouco diria:
chorei.


Mas, não, (só que sonhei)
eu não posso chorar.
Mesmo que eu queira.


Não posso!
             A
fonte está Seca.

@alexandre.cezar.fh

@prosasalexndrinas

Compartilhar
Alexandre Cezar Fh
08/06/2020