Site de Poesias

Menu

Rimas que descubro!!

 

Solidão.! 

Solidão é como a chuva tardia... 

É como furar um pneu 

Em qualquer buraco da via. 

 

Solidão de poeta vê. Se pelo próprio olhar! 

Solto, olhar distante... 

Olhar sem ver 

Mesmo assim pode amar. 

 

Só com o nascer do sol se vai a solidão! 

No azul do céu... 

Nas rimas que descubro, nas rimas que invento

Aí consolo meu e teu coração. 

Compartilhar
Fran Correia
24/05/2020

  • 0 comentários
  • 13 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados