Amor como Par

 
Tendo a paixão como par, danço nos sentimentos,
vivendo a emoção daqueles que vivem se amando.
Quero dar ao apaixonado um lugar para produzir sua arte,
não apenas nas formas de um quadro, o amor se mostra em suas cores,
desenhado no arco-íris dos sentimentos.
Então pedi ao amor o direito de tentar expressa-lo.
Amor onde as palavras inspiram e não falam, que acredita em serenidade,
é não dizer e mesmo assim ser compreendido,
e ser um mundo para quem se ama,
é a melhor forma de completar os espaços e preencher os hiatos.
Nunca desista de amar, para o amor não existe tempo,
não tem passado, o que importa é o ritmo do coração.
Assuma o risco de demonstrar seu sentimento,
mesmo que não vão aceitá-lo, porque amar alguém não é problema
nem defeito, é um dom.
Estranho esta forma de amar, que me perco nos versos mais simples
gravados em mim, onde posso encontrar,
alguns fáceis outros complexos, mas todos com o mesmo sentido,
que o amor tudo supera e a paixão desconcerta.
Cuidar do sentimento amor me completa,
tem tantas formas de expressar,
uma vez que você descobriu o jeito de amar,
ele muda de cor, onde não posso contar,
notas que não consiga imaginar, configura-se diferente
nas batidas que não consigo conter, nas mãos que nunca cansa de compor.
Cada um é singular, tem seu sabor, sua intensidade, seu tom.
Que o amor nos domine, somos muitos em um.
À medida que nos doamos acrescentamos em nós mesmos,
você é o autor da sua vida e pode escrever uma história muito linda,
na qual o sentimento seja recíproco.
O amor é eterno e maravilhoso em sua essência,
capaz de realizar as mais importantes transformações em um ser humano.
 

Fabiano Teixeira
© Todos os direitos reservados