Site de Poesias

Menu

Amor Redivivo

Não se preocupe, pois ainda não é o fim
Volte a apreciar a lua e na sequência o amanhecer
Contemple o canto que anuncia um novo dia.
Eu sei, está difícil, mas deixe que o compasso avance.
Não duvide do amanhã, isso que passamos é apenas
Uma fração no tempo, um instante do nosso caminho
Em que a dor imposta, nos faz crescer. E assim,
Mas forte estaremos para seguir o destino.
Espero-te ao fim desses versos, apenas dos versos
Já sem a dúvida e a descrença de conseguir vencer
A tormenta que vestida de justiça, bate o martelo da vida
Pela mudança do cotidiano da realidade que viveremos.
Estou aqui...

Compartilhar
Murilo Celani Servo
18/04/2020