Site de Poesias

Menu

Ameixas doces!

Como já te perdoei 

Me fiz de esquecida 

Já me decepcionei demais 

Também nem me lembro....

No mergulhar bem fundo

O triunfo derradeiro..

Uma louca paixão  indefesa 

É apenas um  crepúsculo de ilusão

Estou te querendo bem além do que posso!!

E pelas mãos roubam a solidão!

Sinto o cheiro dos seus poros em desejos !

Me deixo imersa  nas fantasias 

Entre o céu e a terra os olhares se despem.

O sereno prazer das vinhas raras....

E o suco perfeito das ameixas doces!

A tortura do mel em todas as flores!!

Célia Guímaro .

 

Compartilhar
Célia Guímaro
30/03/2020

  • 0 comentários
  • 20 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados