Site de Poesias

Menu

O PENSAMENTO


 
 
 
 
O pensamento vive desperto
Em constante vigília
Assim como as vagas
Que se partem nas pedras.
Se o pensamento dormir,
Dorme com ele
Em sono frenético.
O pensamento
É uma fortaleza inexpugnável,
Nada há que o destrua
Embora, às vezes, ele chore
Numa prova inequívoca
De que possui sensibilidade.
 
O pensamento é intensa vanguarda,
Sua energia é única, potencial,
E não abraça planícies ou planaltos.
Caso ele durma,
Dorme com ele,
Mas não se permita
Que a inconsciência boicote
A sua essência.
O pensamento é suave brisa
Capaz de entoar
As mais belas canções
Ainda que, para isso,
Dispense qualquer instrumento.
 
 
 
DE  Ivan de Oliveira Melo

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
26/03/2020