Site de Poesias

Menu

Em busca da felicidade

Felicidade, felicidade, onde está você felicidade?
em vão te procurei pelas ruas, andei pelos bares, não te achei
passei noites em claro a tua procura
de dia e de noite andei atravessando a cidade
mas sempre voltei vazio porque nunca te encontrava
não tinha um final feliz como filme de aventura
no silêncio do meu quarto como um cego eu tateava
e na solidão, com meus pensamentos, sozinho eu ficava
continuei a minha busca ainda mais desesperado
procurei em muitas festas, em cinemas e nas baladas
comprei em muitas lojas só pra ver se te encontrava
saía durante o dia e voltava de madrugada
era insana minha busca que por dentro me queimava
onde estás felicidade que de mim te escondes?
enquanto os dias passavam na minha busca eu insistia
encontrei muitos amigos que também te procuravam
perguntei pra um e pra outro mas ninguém me respondia
parecia estar por perto mas de mim se escondia
enfrentei o frio, a fome, mas não queria desistir
chorei, gritei, corri atrás da ilusão e, por fim, eu lamentei
onde estás felicidade? Porque de mim te escondes?
era uma questão de honra você tinha que existir
nas viagens procurei, mas tudo foi em vão
no trabalho me envolvi, na bebida me afoguei
fiz dos sonhos uma meta somente pra te encontrar
mas tudo se desfazia como uma bolha de sabão
já tinha feito de tudo, porém nunca te encontrava
procurei você no carro mas lá também não achei
no amor, na namorada, no casamento te toquei
mas logo fostes embora como o fogo da paixão
senti que estavas por perto mas eu queria te tocar
não estavas em certas coisas que o dinheiro queria comprar
esperei passar o tempo, e ele apressado, passou
ele me trouxe à vida que a felicidade levou
deixei de olhar tão distante e o meu olhar se curvou
diante da cena que eu via a minha mente parou
esqueci-me da busca insana e assim me libertei
encontrei a felicidade tão perto que estranhei
olhei os lírios do campo como alguém recomendou
e em meio a tempestade o meu barco ancorou
esqueci-me da busca insana e a felicidade avistei
esteve sempre comigo não nas coisas que eu não tinha
foi na simplicidade da vida que a felicidade encontrei
no beijo da mulher amada e no sorriso do filho eu notei
nas pessoas que me cercavam e a gratidão me encheu
agradeci pelo que eu tinha e nunca mais procurei
agora ando ao seu lado dou graças em tudo a Deus
na caminhada da vida eu finalmente enxerguei
que ela estava tão perto e eu tão longe de Deus…

Compartilhar
Zeca Moreira
28/02/2020