Site de Poesias

Menu

PASSAGEIRA

[Ilustração não carregada]


Passam-se as horas
Rapidamente
Eu me dou conta, agora
Da pressa que o tempo tem
Em envelhecer a gente

O ontem, em ares de hoje, ainda
Banhado de muita saudade
Num aceno de adeus, se finda
Meu presente atordoado
Já nem sabe o que é verdade

Nessa correria atrevida
Levando, sem deixar- me levar
Remindo o tempo de vida
Vou vivendo os minutos
No exercício de te amar

 23/12/2018

Compartilhar
Edla Princesa
02/02/2020