Site de Poesias

Menu

CONFISSÃO

[Ilustração não carregada]


 
Por que teimas negar-me teu amor?
Perguntou o poeta a sua musa;
É dele eu sei, a causa desta dor
Que, sem razão a tu!alma recusa!
 
-Reconheço – disse ela confusa,
Mas, confessar me  proíbe o pudor,
E, pra ti a pecha de pecador...
Por isso de tudo fiquei reclusa!
 
-Mas, dize tu poeta quem te contou?
Serás mago vidente ou coisa assim?
Nigromonte que pode a alma sondar?
 
Deste nosso amor, o vate retrucou,
Ninguém disse e nem magia agiu em mim,
Só vi a confissão do teu olhar!
 

Compartilhar

C.Itapemirim-ES

Nelson de Medeiros
31/01/2020