Site de Poesias

Menu

Cinquentona

Essa paixão de adolescente 

Na casa dos cinquenta anos

É tão absurda 

Eu aqui completamente maluca

Por um bandoleiro mentiroso 

O visgo da paixão está no corpo

No fogo que desorienta,

Que umedece a parte baixa 

Paixão é como a ressaca 

No despertar  do outro dia

Que avaliamos o estrago 

O prazer do cigarro está no trago

Orgasmo é o alimento paixão 

Toda essa fantasia  é coisa de menina 

Como pode uma mulher vivida

Ser seduzida pela ilusão?

Colocar você na minha cama

Já foi um devaneio,

Um rompante desmedido,

Uma bricadeira idiota 

Prazer é coisa que se compra,

Qualquer pessoa sozinha se proporciona 

 Deixar o seu personagem  entrar na minha vida

Seria o extremo da insanidade 

Chega dessa vadiagem 

No meu coração você não se hospeda 

Ter alguém é mais que o abrir das pernas,

Mais que língua na língua 

Eu não sou mais uma menina

Meus cinquenta anos de estrada

Não me permite bancar retardada suicida 

Joguei fora a sua camisa,

Troquei a fechadura da porta.

 

 

 

Compartilhar
Tatiane Correia Silva - Compositora/Poeta (SALVADOR-BA)
25/12/2019

  • 0 comentários
  • 11 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados