Site de Poesias

Menu

ATRO OLHAR

A tela que te emoldura a face.
Faz-te, tão bela!
O contorno dos teus lábios,
Inibe qualquer das aquarelas.
O triste do teu olhar,
É mais triste que a “Libélula”!

O olhar que o belo formoseia,
Lindo, singelo; mas, obscuro!
A pouca luz que de ti emana
Revela-me, sombras de tua alma.
Teu olhar me inquieta e
Me aprisiona, me cogita, me desperta!

O brilho que teus olhos irradiam,
É máscara de alegrias, a pincéis!
Que camuflas num sorrir forçado.
Na tentativa de a tristeza esconderes!
Ainda, assim, não perdes a realeza.
Pois, teu olhar, tua única certeza...

 

Olhar de mulher menina.
Álgico olhar que encanta e fascina!
Ainda que com essa latente tristeza.
De toda orbi et urbi e realezas.
És a mais bela de todas das rainhas!

Autor: Jeovan ALves

Compartilhar

Porto Seguro, Bahia, Brazil, 29 Novembro de 2019

Jeovan A. dos Santos
29/11/2019