Site de Poesias

Menu

SOU POETA

 

Da dor, tiro o melhor, para emfim, chamar de poema.
Porque deixo passar em branco antolhos momentos;
Apenas para pensar em ti, e na cor dos teus lindo olhos.
Em dias escuros e de céu nevoento.

Deliro para te encontrar nos incogitáveis lugares;
No perfume das flores ou no mosaico de nuvens.
Saio da vida para desenhar-te no abstrato ilógico,
Pra vê-la refletida, nas águas dos verdes mares.

Sou poeta pelas reminiscências da minha mente.
apertando o passos soltando laços, sentido frio!
Apenas, para te encontrar em cada espaço vazio.
Do teu corpo horas ante sobre o lençol quente.

Riscos sem cor, apago linhas, escrevo teu nome.
Sou poeta, faço com dor, com amor, e em segredo!
Rabisco laudas demonstrando sentir atroz medo.
Saiu desta vida onde a saudade é a realidade certa;
apenas, por sentir saudade de você, e ser poeta!

Autor: Jeovan Alves

 

 

Compartilhar

Porto Seguro, Bahia, Brazil, 07 Novembro de 2019

Jeovan A. dos Santos
07/11/2019