Site de Poesias

Menu

DEBALDE O PROCURO

 

O sol escorre no horizonte,

deixando nos meus olhos,

um doce rastro cor de mel.

A tarde se esvai...

Chega a noite

e se aconchega.

Debalde o procuro,

exausta adormeço.

Sonhos me trazem você.

Seu cheiro,

o toque macio de suas mãos,

o gosto de seu beijos.

Ah! Como são inconstantes,

os sonhos.

Nunca eternizam bons momentos.

Logo se vão. 

Desperto!

Solidão bate na porta,

finjo que não ouço.

Ao meu lado,

só o vazio de você. 

Chega a saudade...

Me abraça,

me enlaça

e em concha

adormecemos.

Corro novamente atrás 

dos sonhos meus.

Nos sonhos...

Há sempre a possibilidade,

de um recomeço. 

Maria Isabel Sartorio Santos-Academia Itanhaense de Letras- Ail

Compartilhar
Maria Isabel Sartorio Santos
12/10/2019

  • 0 comentários
  • 22 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados