Site de Poesias

Menu

Como dói...


Sinto-me como se houvesse uma mão

apertando meu coração. 

Não, não... 


Não é como naquele poema

que a pessoa que

apertava soprava vida em mim. 


Eu sinto dor quando respiro.

Como se as lanças de Wakanda, 

estissem me ferindo. 


Me dói respirar. 

Me dói existir. 

Me dói sentir nada. 

Sentir mais nada!!!


Tudo é um monte de nada para mim. 

E esse nada é tudo que tenho. 

Obcecado pelo fim, 

com uma tesoura na mão que não presta nem para cortar o vento. 


Não estou chorando... 

Não são lágrimas. 

São apenas gotas de tristeza que soam pelos meus olhos. 


Você tem que sair. 

Você tem que dizer adeus. 

Se não fizer, eu não poderei dizer nada a Deus. 


Como dói... 

Como d...


Maldita dor! 

Nem sei quem ou que é você. 

Mas, 

você me corrói. 


Você me destrói. 



@alexandre.cezar.fh

Compartilhar

Curitiba - Pr

Alexandre Cezar Fh
15/09/2019