Site de Poesias

Menu

Cabeça Sem Eixo

Uma fala inexorável
Sobre um nada inevitável
As ramas do lamento
Sofrimento
Tormento
De tudo que já passou

Lembranças falsas
De mentes rasas
Maltratadas
Refutadas
Defasadas
Por tudo que já passou

Aparato destruído
Dum galho retorcido
Vindo duma mente
Descontente
Demente
De tudo que já passou

Cabeça fora do eixo
Sem ter queixo
Aguardando o nada
A caminhada
Amargura
Por tudo que já passou

Compartilhar
Tiakuru
27/08/2019

  • 0 comentários
  • 22 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados