Site de Poesias

Menu

Cacida ao mar

A fantasia que visto é quando o mar entende

suas perfeições e a onda suave desliza sutil

Ias chorar sentada nas pedras e o farol

renasce com a eternidade e os sentidos todos

andarilhamente, os pés molhados e a alma revolta

Meninos correm, meninas miram, homens choram

 

Através das gelosias observo teus milagres

Relutas em entregar-te, uma visão imperfeita

escancara na paisagem um mundo de movimentos

- Vai, bela, mergulha sem medo porque a fera te pertence!

Compartilhar
Geovani Bohi Goulart
13/08/2019