Site de Poesias

Menu

Teu Sorriso

[Ilustração não carregada]

Moça de fino trato, de artéria purpurina,
de tua alma sai o estovo, o suave, “to soften”, o véu que acaricia.
Em teu oratório santo, na santa sacristia,
na oração do “levanto”, na poesia, de cada dia,
muito coisa pode ser dita e não dita.
No teu sorriso estouvado, na tua alma bendita
muitos corações se alegraram com tua palavra bonita,
Já me perco nas palavras, 
fico em passeios ao léu,
Pedro que é Wayne, Camilo que é Rocha
Edmundo Rodrigues, Elvira Nascimento, 
Ernesto Wayne, Fausto Brignol, 
Iolanda Abero Sá, Júlio Tripodi Lanza, 
Norma Vasconcellos, Sara Ramirez Vicencio, 
Särita Bárros, Sheila Corrêa, 
Sonia Alcalde, Tereza Not e 
Valúsia Saldanha, Davi Simões Pires,
 Ânderlo R. Silva, Ézio Sauco e Pablo Silveira,
Selecta manera de poetizar.
Tem o vate, poeta, trovador,
bardo, cantador,
cantautor, repentista, 
profeta, vaticinador,
Mas não tem nada igual a ti, querida amiga,
que se iguale, nem por perto, 
do quanto gostei de ti, quanto respeito,
quanta Academia nisso tudo, quanto coração partido,
É o acalanto do coração, o mourejar do joão de Barro,
É a porteira aberta, é o universo de Shakespeare, 
é a aldeia global, Herbert Marshall McLuhan,
É Avram Noam Chomsky, muito mais,
Não é um adeus, é um até logo, até breve,
É um sorriso nos lábios, é um compartilhamento de viagem,
é o infinito que se enquadra de outro jeito,
as palavras não são suficientes, e nem o facebook,
para dizer tudo,
essas palavras que se perdem,

 
no umbral do mundo.

Compartilhar

Para Rafaela Gonçalves Ribas, professora.
Morreu, aos 84 anos, na noite de terça-feira, em Taubaté, Estado de São Paulo, a professora de Português e Literatura, Rafaela Gonçalves Ribas. Ela, que morava em Bagé, estava visitando a filha, Bárbara Patrícia Ribas Sá. Bagé, 25/12/1918

Claudio Antunes Boucinha
25/07/2019

  • 0 comentários
  • 31 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados