Site de Poesias

Menu

A PALAVRA QUANDO DITA OU ESCRITA

 
Vejo-me perdido diante do mundo atual,
Tento fazer uma incursão e me perco,
Entre o homem e a modernidade é fato pactual,
E o que sinto e vejo é o moderno fechando o cerco
 
Temo que homem se deixe dominar pela cibernética,
E se transformem em meras marionetes,
Que passem ser considerados parte da estatística
E para mais nada sirva nem no carnaval para confete.
 
Existe uma imprecação da qual não se livra,
É um mal de raiz que com ele caminha,
Não há coisa mais ferina que a palavra
Creia-me que pode ser tua ou a minha
 
A palavra quando dita ou escrita,
Tem o poder de persuasão
Num instante vai de santa à maldita
Se confessada como paixão
 
Os passos dados, nem sempre deixam marcas no chão,
Mas as palavras irresponsáveis ditas na alcova,
Se proferidas, dura muito pouco só o tempo de uma ilusão
Mas o dito com amor sim é bem de raiz que ao tempo se renova
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Compartilhar
Ubirajara Fernandes
27/06/2019