CONEXÕES

 
 
 
 
Na ausência de conexão
Fica o suplício da saudade.
O tempo é iconoclasta;
A mente, o espelho
Das recordações
Que o tempo levou...
 
Quando há sonho de liberdade,
Há também o brilho eterno
De uma mente sem lembranças.
 
Sabe-se que a felicidade
Não se compra,
Porém diante do silêncio dos inocentes
Há um mundo de aventuras
E, se o coração é selvagem,
Pode-se curtir a vida adoidado.
 
Na verdade,
O Sol é para todos...
Mesmo nesse tempo de violência,
Há o crepúsculo dos deuses
E, no feitiço do tempo,
Somos feitos um para o outro.
 
A solidão igualmente é iconoclasta
E, na saudade das horas pretéritas,
Existem os homens e uma sentença
Que é a infinita
Guerra nas estrelas
E uma possibilidade
De volta para o futuro
Cinzento,
E que promete
Ser a conexão para dias felizes!
 
 
DE  Ivan de Oliveira Melo
 
POEMA INSPIRADO EM TÍTULOS DE FILMES FAMOSOS
 

 
 

Ivan de Oliveira Melo
© Todos os direitos reservados