Site de Poesias

Menu

O dia da felicidade

O dia 20/03 foi oficializado como o dia mundial da felicidade. Parece um privilégio raríssimo termos um dia para sermos felizes. Vivemos tendo como meta conseguir através de "coisas" a tão sonhada felicidade. Claro que nessas "coisas" dificilmente a encontraremos.
O que é ser feliz? Afinal, ela existe ou não? Onde encontrá-la? Essas perguntas não poderão ser respondidas se tivermos como base "coisas" efêmeras e fugazes, que nos fazem patinar pela superfície de um viver exterior colocando a nossa confiança na instabilidade das riquezas. Felicidade não é ter, mas, ser. Não é aumentar nossa conta bancária para poder possuir, adquirir e satisfazer o ego e nada mais. Se assim o  fora, pouquíssimos poderiam ser felizes. Talvez não consigamos definir o que seja a felicidade, pois cada ser humano pode defini-la conforme suas próprias experiências. Por isso, quem sabe, seja mais fácil mencionar o que não é felicidade. Não é riqueza, não é poder, status ou algo semelhante. Ela poderá não estar nos grandes feitos, nas grandes realizações, mas, podemos encontrá-la nas pequenas e simples nuances e atitudes da vida. Ela está na família, nas amizades, no amor, na esperança, na solidariedade,  na gratidão e na fé em Deus. Depende de cada um. Não é sem razão que o Mestre dos mestres pediu para olharmos os lírios dos campos, ou seja, a simplicidade da vida e também afirmou que no mundo passaríamos por aflições. Portanto, em todo o nosso viver desfrutaremos de bons e maus momentos, de alegrias e tristezas, de paz e inquietações, mas, no entanto, em todos eles, podemos sentir-nos felizes. Ser feliz é um direito da vida humana, independente do momento que vivemos, e ela, a vida, por mais complexa que a consideremos é muito simples, é um anelo interior dificilmente suprido completamente pelas conquistas exteriores. Ou seja, não é sinônimo de sucesso, nem privilégio da nobreza e nem tampouco característica dos menos favorecidos. Então, diante do exposto pelo Mestre da felicidade, é possível ser feliz na maior parte do nosso viver, sendo possível encontrá-la nos grandes e pequenos detalhes da vida. Portanto, não é necessário um dia para sermos felizes como uma data oficial e, nos outros, vivermos desesperados a sua procura e nem esperar um dia oficial para irradiar, expressar e vivê-la. Felicidade deve ser o nosso objetivo diário. Basta para cada dia o seu próprio mal. Mas eu não posso permitir que esse mal influencie negativamente o meu viver. Concluindo, posso não ter nada, mas possuir tudo, ser pobre, porém, enriquecer a muitos, pois, a felicidade é um estado de espírito. Diante disso, vamos comemorar sim o dia mundial da felicidade, porém, em todos os dias da nossa existência. Se a nossa felicidade se resume apenas a ter "coisas" nessa vida, somos os mais infelizes dos homens. Sou feliz, sim, obrigado.

Compartilhar
Zeca Moreira
21/05/2019

  • 0 comentários
  • 19 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados