Menti


Menti quando disse que não me importava.
Sofri quando peguei a estrada errada.
Cai quando ficar de pé era a única solução.
Me tranquei quando deveria abrir meu coração.
Sorri quando deveria chorar
trapaceei com meu olhar e quando disse que não sabia amar
fingi quando contei que não havia segredo.
Enganei quando falei que não sentia medo.
Me iludi num tom tão perfeito,
omiti com poesia e fantasiei todo dia.

Fabiano Teixeira
© Todos os direitos reservados