Site de Poesias

Menu

Dependência

Sabendo que os vícios compõem a humanidade,

Como invisíveis roedores de alma, concluo que a dependência

É um aspecto deles. E assim sendo, é tão danosa quanto...

Ópio letárgico de uma languidez sombria...

 

Emoções adoecem tanto quanto corpos.

Ser dependente de alguma substância, ou, mesmo, de alguém,

Prejudica o espírito, mata o tempo, devora a força...

Arrancar fibra de si mesmo é um sinal de luta,

De uma rebelião cruel, mas deveras necessária.

 

Quanto podemos doar sem que acabemos drenados?

Precisar tanto de um símbolo para sobreviver

Traz mesmo felicidade que não seja artificial?

Nunca conheci quem dependesse e caminhasse sozinho,

Portanto, a dependência é ter medo de tudo.

 

Lâmina cega a serrar pulsos até cortá-los fora,

Indiferente ao sofrimento causado à vítima.

Guerrear por si e para si é uma virtude defeituosa

Que erige arquiteturas do nós.

Precisamos dos defeitos também, mas domá-los,

Faz com que luz e sombra fiquem equilibradas...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
04/05/2019