Site de Poesias

Menu

O Tempo de Outrora !!

 

 

Eu o vi passar !

Passou de repente

Foi como um vendaval, foi como um furacão...

Nem consegui o cronómetro sincronizar.


Esperei de ti um aceno, algo que soubesse que vinha da tua parte... Mas não se verificou tal situação !

Nem mesmo um poema

- Por mim algo servia desde que fosse teu, de tua alma profunda...

Nem o vento soprou na minha direcção.


Era o tempo a passar !

E o meu sorriso se foi

Se  a esperança do dia ...

Via no tempo vontade de te amar .

Compartilhar

Sintra / Portugal

Fran Correia
10/04/2019

  • 0 comentários
  • 17 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados