Site de Poesias

Menu

Nano poesias.


Me perco no horizonte,
me encontro em teu olhar.

 

 

Venha amor, 
vamos amar.

 

sinto a chuva,
tão desejada!

No muro da memória,
escrevi o teu nome.

 

Sol e lua,
um amor platônico.

 

A formiga trabalha,
a cigarra só canta!

 

J.A.Botacini.

 
 

 
 

 

Compartilhar
Jose Aparecido Botacini
01/04/2019

  • 19 comentários
  • 372 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados